Aqui são tecidos artigos, mensagens, poemas... Ideias de nossos educadores da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

sábado, 2 de abril de 2011

Fotografias da atividade realizada pelos alunos da turma 1801 da Escola Municipal Ponte dos Jesuítas - 10ª CRE

Alunos da turma 1801 da Escola Municipal 10-19-045 PONTE DOS JESUÍTAS, em companhia do professor de História, Antonio Carlos Suzano, à esquerda (de camisa verde) da coordenadora pedagógica Priscilla e do professor de Matemática Wilson, em foto tirada no dia 1º de abril de 2011, em frente à escola, antes do início da caminhada em direção à PONTE DOS JESUÍTAS. Na saída da escola, o professor Antonio Carlos (à direita) explica aos alunos da turma 1801 como será desenvolvida a atividade, com visita ao Monumento em homenagem ao Saneador, passagem pela ponte do Rio Guandu e visita à PONTE DOS JESUÍTAS, monumento histórico tombado em 1938 pelo IPHAN. Professor Wilson (camisa amarela) com os alunos da turma 1801 em direção à Ponte dos Jesuítas, que pode ser vista parcialmente à esquerda.

Professor Wilson em companhia dos alunos da turma 1801, observando o Monumento que presta homenagem aos operários que trabalharam nas obras de saneamento da Baixada de Sepetiba,no final da década de 1930 e início na década de 1940.




Professor Antonio Carlos Suzano explicando aos alunos da turma 1801 como funcionava o sistema de comportas da Ponte dos Jesuítas, no século XVIII.




Após explicar aos alunos da turma 1801, como funcionava o sistema de represamento das águas do Rio Guandu para irrigação e drenagem dos campos da Fazenda de Santa Cruz, o professor Antonio Carlos se dirige com a turma para o passadiço central da Ponte dos Jesuítas.


Alunos da Turma 1801 observando a parte lateral da Ponte dos Jesuítas em companhia do professor de História Antonio Carlos Suzano.

Professor Antonio Carlos Suzano falando sobre o papel desempenhado pelos padres da Companhia de Jesus, os chamados "Jesuítas", na catequese dos índios e a contribuição que eles deram para a fundação de algumas cidades brasileiras,como São Paulo.


No passadiço central da Ponte dos Jesuítas, o professor de História Antonio Carlos Suzano explica aos alunos da turma 1801 o significado do dístico latino existente no brasão esculpido em granito, que era uma espécie de mensagem de fé aos viajantes que por ali passavam e que deveriam fazer reverência e orações a Deus, simbolizado pelas letras I.H. S (Jesus Homem Salvador).



A coordenadora pedagógica da Escola Municipal Ponte dos Jesuítas, Priscilla, em companhia do professor Wilson, de Matemática, (à esquerda) e dos alunos da turma 1801, em aula de educação patrimonial ministrada pelo professor de História Antonio Carlos Suzano na histórica PONTE DOS JESUÍTAS, construída em 1752 e tombada pelo IPHAN em 1938.





Ponte dos Jesuítas vista da Estrada do Frutuoso.








Ponte dos Jesuítas, vista lateral com parte dos arcos alagados após dias chuvosos.



O professor Antonio Carlos e alguns alunos da turma 1801 fizeram questão de descer os degraus da escada existente no passadiço da histórica Ponte dos Jesuítas.


Seria a abertura para o hipotético "túnel" interligando o atual bairro dos Jesuítas com Santa Cruz, ou apenas uma entrada para compartimento onde eram guardadas as ferramentas e também servia como acesso para os reparos nas roldanas das comportas?


Sinvaldo do Nascimento Souza


Professor Representante da 10ª CRE no RIOEDUCA .



Fotos tiradas no dia 1º de abril de 2011, durante a aula de Educação Patrimonial ministrada pelo professor de História ANTONIO CARLOS SUZANO, da Escola Municipal 10-19-045 PONTE DOS JESUÍTAS.

9 comentários:

  1. Que lindo trabalho!
    Parabéns, queridos!
    Abrs,

    ResponderExcluir
  2. Obrigado querida, parabéns também a você por ter um filho estudando na Escola Naval, de grande tradição e excelente formação militar e profissional dos oficiais da nossa Marinha. Quanto à Ponte dos Jesuítas, localizada no bairro de Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro, é realmente um sítio histórico de grande simbolismo para o conhecimento da engenharia hidráulica e da própria História do Brasil. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Excelente trabalho,alunos e professores.
    Prof. Sinvaldo, o blog está lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Mais uma postagem linda e competente de nosso querido colega, professor Sinvaldo! Parabéns a todos da escola: excelente trabalho! E que lugares lindos! Se a 10a.CRE não ficasse tão longe de onde moro, ia pedir transferência para uma escola de lá! ;)

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Sinvaldo pelo carinho, atenção e brilhante trabalho pelo Rioeduca apoioando e divulgando as escolas da Rede SME.

    Prof Antonio Carlos Suzano
    Prof de história da E.M.10.19.045
    Ponte dos Jesuítas

    antoniosuzano@rioeduca.net
    @profacalos (Twitter)

    ResponderExcluir
  6. Opa Prof. Sinvaldo.

    Que saudades da Ponte dos Jesuítas, D. Neuzi, Claudia (orientara Pedagógica) e de toda a equipe que estava por lá em 2002.

    Parabéns pelo blogue. Show de bola

    Abração

    ResponderExcluir
  7. Grande abraço e muito obrigado aos colegas Sérgio F. Lima (deixou boas lembranças em Santa Cruz), ao professor Antonio Carlos,e as queridas Imaculada Conceição e Marta Barreto pela visita e comentários de apoio e incentivo.

    ResponderExcluir
  8. Claudia de Moraes Nascimento4 de abril de 2011 18:14

    Adorei Sinvaldo, adoro as histórias de Santa Cruz, sinto mts saudades da minha escola de coração quando vejo suas postagens. Breve estarei de volta.
    Parabéns...

    ResponderExcluir
  9. Priscilla Monteverde Lino6 de abril de 2011 12:45

    Fico feliz de ver que "fazemos" educação! Obrigado ao Sinvaldo por fazer uma bela postagem e parabéns a minha equipe pedagógica por trabalhar tão bem! Dá gosto ser coordenadora pedagógica dests U.E.

    ResponderExcluir