Aqui são tecidos artigos, mensagens, poemas... Ideias de nossos educadores da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A Poesia de Dona Regina






Fachada principal do prédio da Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira,10ª Coordenadoria Regional de Educação, localizado no Lote 14, Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro.


Ela nasceu em Santos Dumont. É mineira como Carlos Drummond de Andrade, de Itabira, e como Pedro Nava, de Juiz de Fora. Na visita que fiz à Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, foram tantos os temas tratados, que nem tive tempo de perguntar à Maria Regina Ribas Cortes se ela gosta de escrever poesias e se o seu sobrenome provém de alguma família aristocrática das Minas Gerais, com brasão heráldico e registros em livros armoriais, tão citados pelo conterrâneo Pedro Nava.
Regina, como prefere ser chamada a diretora, é uma disseminadora de ideias e de poesia, mas é, sobretudo, uma líder apaixonada pelo que faz, demarcando a influência benfazeja da sua opinião para o bom êxito de tudo o que acontece na Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira.


Professora Regina, diretora (sentada) ao lado da cunhada Leni, diretora adjunta, Marisa, professora regente da Sala de Leitura (em pé à esquerda) e Mônica da Costa, coordenadora pedagógica, da Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira, da 10ª CRE.


As origens da E.M. Maria de Jesus Oliveira remontam ao início da década de 1980, quando foi construída para servir como Casa da Criança, no governo Leonel Brizola.
Somente a partir de 1993, na gestão da professora Regina de Assis como secretária municipal de Educação, é que a antiga Casa da Criança passou a funcionar como escola convencional, recebendo os primeiros professores.
Segundo a diretora Regina, a comunidade do Lote 14, onde funciona a E.M. Maria de Jesus Oliveira, sempre foi muito atuante, politicamente, reivindicando reformas, ampliação e construção de um novo prédio, que passou a funcionar a partir de 2005. Durante as obras, as turmas permaneceram uma temporada ocupando salas cedidas pela escola vizinha, Emiliano Galdino.
Desde 1993, Regina, e a cunhada Leni Cortes Vianna, que é diretora adjunta, estão à frente de uma equipe de excelentes profissionais. A coordenadora pedagógica, professora Mônica da Costa, que chegou à escola no dia 5 de outubro de 1993, como faz questão de lembrar e enfatizar, diz que sofreu muito nos primeiros meses de trabalho, pois estava acostumada com turmas da antiga quarta-série e, ao tomar posse na 10ª CRE, foi designada para trabalhar com crianças pequenas.




Professora Leni Côrtes Vianna, diretora adjunta da Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira, com algumas peças de artesanato produzidas por mães de alunos, em atividade desenvolvida na escola, como forma de integração e cooperação para o aumento da renda familiar.


“Eu me perdia no meio daquelas crianças, mas recebi o apoio da Regina, da Leni e da professora Ana Maria, antiga orientadora pedagógica. Hoje, mesmo morando em Madureira e vindo diariamente de trem, não quero sair daqui. A escola é a nossa vida. A gente vive para a escola. Eu conheço muito mais pessoas na área do entorno da escola, do que nas proximidades da minha casa”, enfatiza a coordenadora pedagógica Mônica da Costa.
Outra que se diz apaixonada pelo que faz, o que pode ser constatado com uma visita à Sala de Leitura, é a professora regente da Sala Poeta Mário Quintana, Marisa Henrique Belo Santos.
Marisa selecionou um verso de Ricardo Reis, um dos heterônimos de Fernando Pessoa, para dar sentido ao projeto idealizado por ela em 2009, que foi premiado no início do ano passado, no concurso “Escola de Leitores”, do Instituto C&A.


Professora Mônica da Costa, coordenadora pedagógica com a sacola do projeto da Sala de Leitura, intitulado "Literatura gota a gota", premiado pelo Instituto C&A em 2010, tendo ao seu lado a professora regente da Sala de Leitura Poeta Mário Quintana, Marisa Henrique Belo Santos, idealizadora e principal responsável pelo bom êxito do projeto.









Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.
Ricardo Reis, 14-2-1933





A Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira foi uma das finalistas e recebeu premiação em dinheiro para aquisição de livros, compra de mobiliário e equipamentos para a Sala de Leitura, aluguel de ônibus para o transporte de alunos e professores que participaram de atividades especiais relacionadas à divulgação do projeto e pagamento de serviços profissionais prestados.
Foram confeccionadas sacolas especiais com a logomarca do projeto. O primeiro tipo para os professores, em reconhecimento pelo empenho e parceria, pois, segundo Marisa, sem eles nada teria sido possível, já que o estímulo à leitura começa em sala de aula e se propaga pela escola, sendo disseminado entre as famílias.
As outras sacolas foram produzidas para o empréstimo dos livros no final de semana aos alunos fazendo parte do Projeto “Conta para mim”, frase que está estampada na sacola. Assim os pais também são convidados a participarem do incentivo à leitura, pois as crianças levam a sacola e os livros na sexta-feira e trazem de volta às segundas-feiras.





Professora Marisa, regente da Sala de Leitura Poeta Mário Quintana, da Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira, mostrando uma das sacolas do Projeto Literatura gota a gota, que circula entre as turmas, com livros variados. Ao lado esquerdo a aluna Amanda, e ao lado direito a aluna Ingrid,ambas do 4º ano, que são monitoras da Sala de Leitura e colaboram no contraturno, ajudando na seleção, organização e arrumação dos livros e outros serviços importantes para o bom êxito do projeto.




Visitando a Sala de Leitura e percorrendo as dependências da E.M. Maria de Jesus Oliveira, encontro grande semelhança da diretora Regina com a Dona Sofia, personagem do livro de André Neves, “A caligrafia de Dona Sofia”.
Assim como a Dona Sofia decorava as paredes da sua casa com poemas, para que não ficassem escondidos nos livros e ela pudesse relê-los a qualquer momento, também na Escola Municipal Maria de Jesus Oliveira, graças ao incentivo da diretora Regina e do trabalho dedicado e comprometido da professora regente da Sala de Leitura, Marisa, com o apoio da adjunta Leni, da coordenadora pedagógica Mônica da Costa, dos professores, funcionários, responsáveis e dos alunos é possível ler, reler e viver momentos poéticos e literários em todos os ambientes da escola e também na sua área de entorno, já que o projeto “Literatura gota a gota” está sendo disseminado junto aos pais, responsáveis e familiares dos alunos.




Marisa Henrique Belo Santos, tendo ao lado as alunas Ingrid e Amanda, monitoras da Sala de Leitura Poeta Mário Quintana. Com a premiação do projeto Literatura gota a gota pelo Instituto C&A, foi ampliado o acervo de livros, adquirido mobiliário e equipamentos e confeccionada a bela cortina, feita com desenhos dos alunos estampados em tecidos coloridos com lápis cera especial.

10 comentários:

  1. Feliz em ver nosso belo trabalho sendo reconhecido, e feliz em fazer parte desta equipe que em nada se faz de rogada, deixando a modéstia de lado, para fazer sim da comunidade na qual trabalhamos uma comunidade leitora ou melhor apaixonada pela leitura. Estou na Unidade Escolar desde o ano de 2004, e como diz nossa coordenadora pedagógica, a Escola é mais do que um prédio público, para nós é nossa casa. Profª Priscila Lustosa

    ResponderExcluir
  2. Parabéns equipe da escola Maria de Jesus!
    Minha passagem por esta escola foi curta, mas o suficiente passa conhecer esse belo trabalho, com ótimos profissionais, pessoas que amam o que fazem. Registro minha saudade dos tempos que lecionei lá com um dos poemas que trabalhei com minha turminha de 1º ano.
    Troco um passarinho na gaiola
    Por um gavião em pleno ar
    Troco um passarinho na gaiola
    Por uma gaivota sobre o mar
    Troco um passarinho na gaiola
    Por uma andorinha em pleno vôo
    Troco um passarinho na gaiola
    Por uma gaiola aberta, vazia...
    Roseana Kligerman Murray

    Esse poema pra mim, se resume no trabalho maravilhoso que fazem os educadores que são comprometidos em uma educação feita com criatividade, liberdade e poesia.
    Parabéns Escola Municipal Maria de Jesus!!
    Bjs a todos. Aparecida Jordão.

    ResponderExcluir
  3. Regina e maravilhosa equipe, parabéns pelo belo trabalho!!! Abraços, Alexandra

    ResponderExcluir
  4. Não posso deixar de manifestar o meu orgulho por fazer parte dessa equipe!!! Meninas, vocês arrasam todos os dias! Regina,sem vc nada disso seria possível. Seu apoiou foi fundamntal! Sempre sonhou com tudo isso...e não é que aconteceu! lucimere

    ResponderExcluir
  5. ah! que tal fotos da nossa salinha agora? Está um espetáculo!!! (lucimere)

    ResponderExcluir
  6. Parabéns para toda equipe. Afinal é por esse motivo que ainda temos força de seguir em frente nesta jornada. Feliz estou por conhecer esse grupo e torcer por dias melhores sempre.
    Abraços carinhosos.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, Regina e Leni, pelo belo trabalho realizado junto à comunidade do Lote 14. Bjs

    ResponderExcluir
  8. parabens tia regina mulher guerreira,batalhadora e muito humana e a toda equipe da maria de jesus que sempre me apoiaram enquanto estive com vocês.maria de jesus não te esquecerei jamais.beijos aninha

    ResponderExcluir
  9. Parabéns,Regina,mulher guerreira,batalhadora e á toda equipe ,que juntos lutaram para que esse sonho fosse realizado. Maria de Jesus não te esquecerei jamais. Bjs Aninha

    ResponderExcluir
  10. Nossa meu tempo quando eu estudei nessa escola muito boa , amo essa escola , tia monica diretora amo vcs muito !!

    ResponderExcluir